Paulete Armários – novo!

CONSTRUÍDO

BRASÍLIA-DF, 2019

A loja está localizada em um centro comercial nos arredores de Brasília, próxima a uma praça central com grandes jardins internos descobertos. Não utilizamos vitrines ou paredes fixas no perímetro do espaço, dessa forma o recolhimento das portas de enrolar proporciona a integração total do espaço interno com a circulação ao redor. Aproveitamos o sistema de ar-condicionado existente e a estrutura básica do mezanino da loja anterior, à qual adicionamos uma nova escada de acesso. A proposta partiu da ideia de utilizarmos somente o branco como a cor “fixa” para as paredes, forros, armários e bancadas de modo a enfatizar a visualização de ferragens, puxadores e a qualidade de acabamento das peças sobre um fundo neutro. Desta forma, a sazonalidade das cores e materiais de acabamento do mobiliário fica concentrada em amostras individuais que são facilmente armazenadas, trocadas ou transportadas. A pintura em epóxi utilizada em todos os pisos foi aplicada com a cor oficial da marca.

Autores:
Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco
Equipe: Guilherme Mahana
Superfície Construída: 95m2
Projeto: 2019
Construção: 2019
Obra: Lourdes e Aloisio Amaral
Fotos: Haruo Mikami

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

 

Projeto Paulete

Projeto Paulete

Paulete Armários – novo!

CONSTRUÍDO

BRASÍLIA-DF, 2019

A loja está localizada em um centro comercial nos arredores de Brasília, próxima a uma praça central com grandes jardins internos descobertos. Não utilizamos vitrines ou paredes fixas no perímetro do espaço, dessa forma o recolhimento das portas de enrolar proporciona a integração total do espaço interno com a circulação ao redor. Aproveitamos o sistema de ar-condicionado existente e a estrutura básica do mezanino da loja anterior, à qual adicionamos uma nova escada de acesso. A proposta partiu da ideia de utilizarmos somente o branco como a cor “fixa” para as paredes, forros, armários e bancadas de modo a enfatizar a visualização de ferragens, puxadores e a qualidade de acabamento das peças sobre um fundo neutro. Desta forma, a sazonalidade das cores e materiais de acabamento do mobiliário fica concentrada em amostras individuais que são facilmente armazenadas, trocadas ou transportadas. A pintura em epóxi utilizada em todos os pisos foi aplicada com a cor oficial da marca.

Autores:
Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco
Equipe: Guilherme Mahana
Superfície Construída: 95m2
Projeto: 2019
Construção: 2019
Obra: Lourdes e Aloisio Amaral
Fotos: Haruo Mikami

Seta