Casa Lima – novo!

CONSTRUÍDA

BRASÍLIA-DF, 2018

A casa está localizada em um grande terreno em um bairro residencial de Brasília. Enquanto no interior de sua área central a maior parte dos ambientes funcionam como “caixa neutra” com paredes e forros na cor branca, o prolongamento da estrutura de pilares e vigas de concreto foi deixado aparente nos jardins internos e em todo o perímetro, conformando a sala, varanda, jardins dos quartos e áreas complementares de garagem e serviço. Desta forma, criamos uma espécie de “camada de proteção” que tem contato direto com as intempéries. Ela é constituída majoritariamente por concreto aparente e tijolo – materiais com baixa necessidade de manutenção que ficarão lentamente marcados pela passagem do tempo. Os quartos ficam voltados para pequenos jardins que são protegidos do sol da tarde por uma parede vazada de tijolos cerâmicos e uma marquise de concreto que também serve de proteção para o acesso principal. A parede de tijolos suspensa do chão é apoiada em uma viga de concreto conectada a uma laje contínua que serve de banco voltado para o jardim interno. Sua estrutura convencional de concreto com vãos regulares máximos de 3,5 e 6,5 metros entre pilares não fazem necessária a protensão.

O mesmo piso reveste todos os ambientes internos, externos e piscina. Todos os móveis, objetos e obras de arte foram trazidos da antiga casa dos moradores.

Autores:
Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco
Coordenação: Marina Lira e Victor Machado
Equipe: Guilherme Mahana, Giovanni Cristofaro e Bárbara Neumann
Superfície Construída: 750m2
Projeto: 2016
Construção: 2016-2018
Projeto de Estrutura: André Torres
Instalações: Grid Engenharia
Paisagismo: Cleber Depieri
Obra: Régis Carrijo
Fotos: Joana França

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Casa Lima – novo!

CONSTRUÍDA

BRASÍLIA-DF, 2018

A casa está localizada em um grande terreno em um bairro residencial de Brasília. Enquanto no interior de sua área central a maior parte dos ambientes funcionam como “caixa neutra” com paredes e forros na cor branca, o prolongamento da estrutura de pilares e vigas de concreto foi deixado aparente nos jardins internos e em todo o perímetro, conformando a sala, varanda, jardins dos quartos e áreas complementares de garagem e serviço. Desta forma, criamos uma espécie de “camada de proteção” que tem contato direto com as intempéries. Ela é constituída majoritariamente por concreto aparente e tijolo – materiais com baixa necessidade de manutenção que ficarão lentamente marcados pela passagem do tempo. Os quartos ficam voltados para pequenos jardins que são protegidos do sol da tarde por uma parede vazada de tijolos cerâmicos e uma marquise de concreto que também serve de proteção para o acesso principal. A parede de tijolos suspensa do chão é apoiada em uma viga de concreto conectada a uma laje contínua que serve de banco voltado para o jardim interno. Sua estrutura convencional de concreto com vãos regulares máximos de 3,5 e 6,5 metros entre pilares não fazem necessária a protensão.

O mesmo piso reveste todos os ambientes internos, externos e piscina. Todos os móveis, objetos e obras de arte foram trazidos da antiga casa dos moradores.

Autores:
Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco
Coordenação: Marina Lira e Victor Machado
Equipe: Guilherme Mahana, Giovanni Cristofaro e Bárbara Neumann
Superfície Construída: 750m2
Projeto: 2016
Construção: 2016-2018
Projeto de Estrutura: André Torres
Instalações: Grid Engenharia
Paisagismo: Cleber Depieri
Obra: Régis Carrijo
Fotos: Joana França

Seta