Varanda Pães

CONSTRUÍDO

Brasília-DF, 2013

O projeto tem como objetivo original recuperar a tipologia de comércio de balcão voltado para as galerias públicas que originalmente permeavam os blocos comerciais da Asa Norte, em Brasília.  Ao mesmo tempo existia o interesse em explorar a diferença o caráter temporário que normalmente é esperado em comércios similares na cidade (cuja vida útil média é de 1,5 ano) e os planos de longo prazo do comércio em questão. Para isso foram utilizados recursos de cenografia (efeitos especiais ou “falsos”) em contraste com aspectos de permanência e verdade dos materiais construtivos que são normalmente usados nos projetos do escritório. Ao mesmo tempo em que todos os materiais utilizados são naturais, sem a utilização de nenhum material que imite outro; a fixação das grandes pérgolas de madeira maciça somente aparenta ser feita de forma precária através de roldanas e cordas amarradas quando na verdade grandes cabos de aço fixados à parede fazem a fixação real.

Autores: Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco
Colaboração: Guilherme Mahana, Bárbara Neumann, Bruno Pessoa e Tatiana Lopes
Superfície Construída: 123m2
Projeto e Construção: 2013
Fotos: Joana França

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Foto Varanda Pães

Varanda Pães

CONSTRUÍDO

Brasília-DF, 2013

O projeto tem como objetivo original recuperar a tipologia de comércio de balcão voltado para as galerias públicas que originalmente permeavam os blocos comerciais da Asa Norte, em Brasília.  Ao mesmo tempo existia o interesse em explorar a diferença o caráter temporário que normalmente é esperado em comércios similares na cidade (cuja vida útil média é de 1,5 ano) e os planos de longo prazo do comércio em questão. Para isso foram utilizados recursos de cenografia (efeitos especiais ou “falsos”) em contraste com aspectos de permanência e verdade dos materiais construtivos que são normalmente usados nos projetos do escritório. Ao mesmo tempo em que todos os materiais utilizados são naturais, sem a utilização de nenhum material que imite outro; a fixação das grandes pérgolas de madeira maciça somente aparenta ser feita de forma precária através de roldanas e cordas amarradas quando na verdade grandes cabos de aço fixados à parede fazem a fixação real.

Autores: Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco
Colaboração: Guilherme Mahana, Bárbara Neumann, Bruno Pessoa e Tatiana Lopes
Superfície Construída: 123m2
Projeto e Construção: 2013
Fotos: Joana França

Seta