Casa Naves

PROJETO

BRASÍLIA-DF, 2017

Coberturas formadas por uma sequência de vigas paralelas e perpendiculares e lajes em concreto aparente com diferentes alinhamentos integram os ambientes de varandas, garagem e salas sob um único teto. Esses espaços podem ser transformados em um só através da abertura de grandes painéis de esquadria. Internamente as diferentes alturas de teto insinuam os usos de cada ambiente e os desencontros entre as lajes de cobertura criam frestas para a entrada de luz natural direta e indireta. As alvenarias em tijolo aparente recebem uma camada de pintura branca que irá desbotar lentamente sob a ação das intempéries, marcando a passagem do tempo.

Autores: Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho, Matheus Seco
Colaboração: Victor Machado, Marina Lira
Superfície Construída: 500m2
Projeto: 2017
Obra: 2018-2019
Imagem: Elisa Albuquerque / Bloco Arquitetos

Casa Naves

PROJETO

BRASÍLIA-DF, 2017

Coberturas formadas por uma sequência de vigas paralelas e perpendiculares e lajes em concreto aparente com diferentes alinhamentos integram os ambientes de varandas, garagem e salas sob um único teto. Esses espaços podem ser transformados em um só através da abertura de grandes painéis de esquadria. Internamente as diferentes alturas de teto insinuam os usos de cada ambiente e os desencontros entre as lajes de cobertura criam frestas para a entrada de luz natural direta e indireta. As alvenarias em tijolo aparente recebem uma camada de pintura branca que irá desbotar lentamente sob a ação das intempéries, marcando a passagem do tempo.

Autores: Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho, Matheus Seco
Colaboração: Victor Machado, Marina Lira
Superfície Construída: 500m2
Projeto: 2017
Obra: 2018-2019
Imagem: Elisa Albuquerque / Bloco Arquitetos

Seta