Casa Linhares

CONSTRUÍDO

BRASÍLIA-DF, 2013

Esta casa se localiza num terreno residencial próximo ao Lago Paranoá. Interessava-nos criar uma construção que não se apresentasse como uma superfície monolítica fechada para a rua e que inevitavelmente impedisse a vista desde a rua para os fundos do terreno.

Buscando a máxima integração entre as áreas sociais da casa, optamos por unificar todo o programa sob uma grande cobertura que em conjunto com as paredes laterais formam um pórtico que proporciona sombreamento aos interiores e parte das áreas externas da casa. Os espaços internos são distribuídos em diversas posições, avanços e recuos, alternados com vazios que dão profundidade e relevo à sua volumetria.

Os quartos posicionados no piso superior foram distanciados entre si por um vazio central e interligados por um corredor suspenso sobre a sala de estar, originando diversas relações internas em pé-direito duplo com vistas para a rua e para o pátio interior coberto. A escada tem uma forte presença na fachada principal, já que avança e se eleva até atravessar a cobertura, dando acesso a um mirante.

Autores: Henrique Coutinho, Daniel Mangabeira e Matheus Seco
Colaboração: Daniella Rauber, tatiana Lopes, Guilherme Mahana
Area: 410m2
Projeto: 2009
Obra: 2011-2013
Fotos: Joana França

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

 

Foto Casa Linhares

Casa Linhares

CONSTRUÍDO

BRASÍLIA-DF, 2013

Esta casa se localiza num terreno residencial próximo ao Lago Paranoá. Interessava-nos criar uma construção que não se apresentasse como uma superfície monolítica fechada para a rua e que inevitavelmente impedisse a vista desde a rua para os fundos do terreno.

Buscando a máxima integração entre as áreas sociais da casa, optamos por unificar todo o programa sob uma grande cobertura que em conjunto com as paredes laterais formam um pórtico que proporciona sombreamento aos interiores e parte das áreas externas da casa. Os espaços internos são distribuídos em diversas posições, avanços e recuos, alternados com vazios que dão profundidade e relevo à sua volumetria.

Os quartos posicionados no piso superior foram distanciados entre si por um vazio central e interligados por um corredor suspenso sobre a sala de estar, originando diversas relações internas em pé-direito duplo com vistas para a rua e para o pátio interior coberto. A escada tem uma forte presença na fachada principal, já que avança e se eleva até atravessar a cobertura, dando acesso a um mirante.

Autores: Henrique Coutinho, Daniel Mangabeira e Matheus Seco
Colaboração: Daniella Rauber, tatiana Lopes, Guilherme Mahana
Area: 410m2
Projeto: 2009
Obra: 2011-2013
Fotos: Joana França

Seta